QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

-->

“Estude a si mesmo, observando que o autoconhecimento traz humildade e sem humildade é impossível ser feliz.” André Luiz

Artigos

Túmulo – Portal da Imortalidade

Enviado em 18 de outubro de 2016 | No programa: Ação 2000 | Escrito por Éder Fávaro | Publicado por Juliana Chagas

PortalPara se fazer uma análise precisa desse tema na visão e doutrina espírita, se faz necessário antes ter conhecimento dos fundamentos da mesma. Eles nos oferecem no seu contexto a possibilidade de entendê-la como uma lei natural e imutável.

A sua interpretação no âmbito social quanto a existência de uma vida além da morte está inserida nos costumes e cultura de cada povo e nas suas crenças, oriundas das suas respeitáveis concepções culturais, religiosas e tradicionais, fundadas sempre simplesmente na crença pura e simples do fundamento de imortalidade. Nos seus rituais existentes, a ideia da sobrevivência está implícita. A vida após a morte é uma realidade.

O desconhecimento e as crenças diante do mistério desse portal é que são diferentes. Tudo é mistério, são só suposições. As crenças diferentes sobre a questão trazem evidentemente o sentimento dos que continuam do lado de cá, os naturais sobre esse outro lado da vida, Céu, Paraiso, Inferno, Umbral, etc. O fato é que a morte ou o processo de desencarne só muda de forma e só apresenta justificativas.

É o retorno do espírito ao mundo espiritual. O corpo que é perecível morre e o espírito sendo imortal continua a sua vida rumo à perfeição. O conhecimento espírita sugere que o homem se prepare para essa viagem, se eduque para a morte, isto é, para o retorno à vida espiritual, levando consigo a bagagem do conhecimento adquirido nesta nave cósmica que é a Terra. Uma escola onde os valores efetivos são conquistados como patrimônio indestrutível para o espírito.

Compreendida a tese com base nos fundamentos da doutrina: leis de evolução, imortalidade, causa e efeito, livre arbítrio, pluralidade dos mundos habitados e comunicabilidade com os espíritos, as outras questões importantes vão continuar existindo como decorrência da complexidade do assunto. A morte só muda de forma e apresenta justificativas. Por que morreu assim, onde está agora, os laços de afinidade continuam existindo? Podem nos ajudar? De que jeito? Essas e outras dúvidas, para quem realmente se interessa pelo tema, podem ser conhecidas através de estudo sério das obras de Allan Kardec.

De uma coisa se pode ter certeza, vamos estar sempre no coração de quem nos ama. Não importa onde estejam. Faço aqui uma referência importante para quem se interessar pelo assunto.  É leitura complementar do Livro de Leon de Denis, “Depois da Morte” e do Livro “O Céu e o Inferno”, de Allan Kardec, parte II, capítulo I, que podem ser consultados e lidos pela internet.

Para encerrar esse meu trabalho,tomo a liberdade de contar que certa vez conversando com um médico famoso em São Paulo, depois de ele ter assistido a uma aula que dei na Federação Espírita do Estado de São Paulo falando sobre o tema Educação para a morte, ele me deu um abraço e disse:  aprendi hoje que o Espiritismo trata desse tema não de forma fria como muita gente supõe, mas de forma natural e com muito respeito aos sentimentos das criaturas encarnadas que passam por esse processo.

“Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei”.

 

Foto ilustrativa: morguefile.com

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

Deixe seu comentário:

WhatsApp